A Sociedade Portuguesa de Suicidologia (SPS) foi fundada em 2000. A SPS tem como objecto social a actividade científica, cultural e social, o aperfeiçoamento humano, organizativo, técnico, ético e de formação, a investigação, promoção e educação para a saúde, a concepção e a execução de projectos no domínio do estudo e investigação do suicídio e condutas suicidas.

As razões para a sua fundação continuam presentes: desenvolver a suicidologia visando prevenir os comportamentos suicidários em Portugal.
 
Desde 2000 houve um aumento claro das mortes por suicídio. Podendo haver dúvidas quanto à explicação, há certezas quanto aos números e esses apontam, segundo o Instituto Nacional de Estatísticas, para o dobro de suicídios no século XXI relativamente aos anos 90. Apesar das taxas em Portugal serem das mais baixas da Europa, a sul de Santarém atingem dimensões preocupantes no que aos idosos diz respeito. Mas, os jovens também são protagonistas, sobretudo se falarmos de comportamentos para-suicidários. Contudo, os efeitos deste tipo de comportamentos vão muito para além dos protagonistas directos atingindo famílias, colegas de escola ou trabalho ou a comunidade próxima. Estamos perante um problema de saúde pública como não deixa de ser referido pela Organização Mundial de Saúde.
 
Fenómeno complexo e multifacetado, o suicídio implica, para a sua prevenção, um envolvimento de todos os agentes sociais. A saúde e outras variantes de âmbito social são imprescindíveis para uma estratégia de prevenção. Em Portugal o diagnóstico vem sendo feito ao longo dos anos. Urge agora um Plano Nacional de Prevenção do Suicídio. Um plano suficientemente abrangente que permita a caracterização do fenómeno e defina medidas universais, mas capaz de permitir intervenções selectivas e específicas onde as identidades sócio-culturais o justifiquem.
 
Sabemos que uma sociedade em crise económica será um factor de risco acrescido mas, se houver coragem de transformar a crise em oportunidade, talvez possamos começar a construir desde já um Plano Nacional de Prevenção do Suicídio e assim contribuir para uma eficaz prevenção, conforme o anunciado no Plano Nacional de Saúde Mental 2007-2016.
 
A SPS está disponível para esse desafio!

Cesto de compras

O carrinho está vazio

Newsletter SPS

Cortesia

Visitantes

Temos 46 visitantes e 0 membros em linha

A carregar...